15 outubro 2008

Ahhh... o amor!

Associamos diversas palavras ao amor: paixão, romance, sexo, adrenalina, palpitação. Esquecemos, no entanto, da palavra que viabiliza esse sentimento: paciência. Amor sem paciência não vinga. Amor não pode ser mastigado e engolido com emergência, com fome desesperada. É preciso degustar cada pedacinho do amor, no que ele tem de amargo e de macio, os nervos do amor, as gorduras do amor... Podemos esperar todo o resto: emprego, dinheiro, sucesso, mas não passaremos mais um dia sequer sozinhos; 'te adoro', dizemos sei lá pra quem, para quem tiver ouvidos e souber responder 'eu também', que a gente está mais a fim de acreditar do que se relacionar.

2 comentários:

Loly disse...

Falar é fácil, mas sentir o amor é para poucos!
E realmente, haja paciência! Nós temos que saber aguentar nossos defeitos...e os dos outros!
Lindo esse novo visu Dani. Beijoos!

bruno disse...

...o melhor amor é aquele que acorda a alma
e nos faz querer mais,
que coloca fogo em nossos corações
e traz paz as nossas vidas,
foi isso que você fez comigo
e era isso que eu queria ter feito com você pra sempre...